Conheça os principais programas independentes de Salas Vip do mundo

10
Pontos Pra Voar participa da segunda edição do Plaza Premium Experience em São Paulo
Plaza Premium Lounge do Aeroporto de Guarulhos
Banner-Livelo.png

As regras de acesso às salas VIP nem sempre são fáceis de entender e hoje nós vamos mostrar para vocês quais são os principais programas independentes de Salas Vip do mundo.

No Brasil, a maioria dos cartões de crédito oferecem acesso às salas Vip por meio da parceria com o programa LoungeKey. No entanto a bandeira Visa está migrando gradativamente para sua nova plataforma chamada Visa Airport Companion, em parceria com o programa Dragon Pass, conforme publicamos aqui sobre o cartão XP Visa Infinite, aqui sobre o Banco do Brasil e aqui sobre o Bradesco.

Para saber quais cartões oferecem acessos gratuitos aos lounges do programa LoungeKey, clique aqui e leia o post completo sobre esse assunto.

Nesse aspecto, é importante destacar que o Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos não oferece mais nenhuma sala Vip conveniada ao programa LoungeKey, conforme publicamos aqui.

Além dos programas explicados abaixo, é importante destacar que os cartões Elo Nanquim e Elo Diners Club, oferecem acesso ilimitado e gratuito à sala Vip Elo (Advantage) no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com direito a 1 acompanhante.

Já o cartão American Express The Platinum Card, oferece acesso à sala Vip da American Express no Aeroporto de Guarulhos, além das salas Vip American Express e parceiras da bandeira pelo mundo (Centurion Lounge, Delta Sky Club, Escape Lounge e Airspace Lounge).

Finalmente, alguns cartões do Bradesco oferecem acesso gratuito aos Bradesco Cartões Lounge (Congonhas, Guarulhos, Santos Dumont e Curitiba) e salas parceiras do Bradesco Cartões Lounge (Ambaar em Confins e Aeroportos Vip Club em Brasília), o que foi detalhado nesse post aqui.

LoungeKey

O LoungeKey é um dos principais programas independentes de salas Vip, que oferece acesso a mais de 1.000 lounges ao redor do mundo. O programa pertece ao Collinson Group, a mesma empresa que administra o programa Priority Pass.

A diferença é que no Priority Pass, a associação pode ser adquirida independentemente de um vínculo com uma instituição financeira, enquanto o LoungeKey é um benefício atrelado ao cartão de crédito, mediante um convênio entre a bandeira do cartão e o LoungeKey.

Dessa forma, o acesso aos lounges pelo LoungeKey é feito com o próprio cartão de crédito e não há nesse caso um cartão de associado, como ocorre com o Priority Pass.

Porém, a quantidade de acessos gratuitos franqueada ao portador do cartão depende de cada emissor, pois é ele quem delimita e paga pelos acessos feitos pelos seus associados.

O LoungeKey é parceiro das bandeiras Visa (em fase de migração para o programa Dragon Pass, por meio da plataforma própria Visa Airport Companion) e Mastercard (por meio da plataforma própria Mastercard Airport Experiences), além da bandeira Elo, que já possuía convênio com o LoungeKey por meio da emissão de vouchers quando da aquisição de um bilhete de ida e volta internacional com o cartão Elo Nanquim e mais recentemente, alterou os acessos dos cartões cobranded Diners Club também para a plataforma do LoungeKey.

Priority Pass

O Priority Pass, empresa fundada em 1992, também pertencente ao Collinson Group, é outro dos principais programas independentes de salas Vip, que oferece aos membros acesso a mais de 1.300 lounges e é atualmente a maior rede de lounges em aeroportos de todo o mundo.

A empresa vende três tipos de assinatura diretamente em seu site, sendo elas: Standard (custa US$ 99 e cada acesso custa US$ 32 por visita), Standard Plus (custa US$ 299 com 10 acessos gratuitos por ano e cada acesso adicional custa US$ 32 por visita) e Prestige (custa US$ 429 e oferece acessos ilimitados para o titular), certo que nenhum dos planos dá direito a convidados gratuitos.

O quarto tipo de associação, chamada Select, é oferecida pelos cartões de crédito americanos, que normalmente oferecem 2 convidados gratuitos por visita, como é o caso do Priority Pass emitido para os clientes da American Express e do Chase.

O programa começou a adicionar serviços em aeroportos além de lounges em 2017, como hotéis de aeroporto, bares e restaurantes (estes últimos excluídos recentemente do Priority Pass emitido para os associados da American Express nos Estados Unidos).

Dragon Pass

O Dragon Pass é um programa independente de salas Vip de origem chinesa, que conta com uma rede de mais de 1.200 lounges em todo o mundo, incluindo muitos locais na China e no restante da Ásia.

Por uma taxa de associação anual, o associado pode ter direito a visitas ilimitadas aos lounges parceiros ou ter acesso mediante o pagamento de uma taxa de US$ 27 por visita.

Além dos lounges, o Dragon Pass também oferece serviço de limusine e serviço de concierge.

Recentemente, a Visa começou a migração da sua parceira de acesso aos lounges do LoungeKey para o Dragon Pass, por meio da sua plataforma própria Visa Airport Companion.

O grande destaque dessa parceria é o Plaza Premium Lounge, uma rede de salas Vip acima da média, como o lounge recém inaugurado no Terminal 2 (doméstico) do Aeroporto de Guarulhos.

Diners Club Lounges

O Diners Club International foi a primeira empresa independente de cartões de crédito do mundo, fundada em 1950 por Frank X. McNamara, Ralph Schneider, Matty Simmons e Alfred S. Bloomingdale.

Atualmente a bandeira Diners Club pertence à Discover Financial Services dos Estados Unidos.

O Diners Club possui a sua plataforma independente de salas Vip, que possui parceria com mais de 1.000 lounges em todo o mundo.

Até pouco tempo atrás, os cartões Diners Club emitidos pelo Citibank no Brasil, utilizavam essa rede de lounges para utilização por seus associados, assim como ainda acontece com a maioria dos cartões Diners Club emitidos no mundo.

No Brasil, quando foram lançados os cartões Elo Diners Club pelo Banco do Brasil e Bradesco, os acessos também aconteciam por meio dessa plataforma, que foram posteriormente migrados para o LoungeKey.

Nesse aspecto vale uma reflexão que proponho a vocês. Eu sinceramente não entendo a lógica dessa nova parceria, já que o Diners Club é o primeiro e mais antigo “clube” de salas Vip do mundo e possui uma plataforma e base própria de salas conveniadas, que inclusive é uma base maior e mais completa que a do próprio LoungeKey.

Plaza Premium Lounge

A rede de salas vip Plaza Premium Lounge, operadora de lounges em aeroportos com presença mundial e sede em Hong Kong, possui atualmente mais de 180 lounges espalhados por 49 aeroportos em 25 países, atendendo 20 milhões de viajantes anualmente.

O Plaza Premium Lounge era um dos principais parceiros das redes Priority Pass e LoungeKey e o rompimento da parceria, que ocorreu em 30 de junho de 2021, foi uma grande perda para esses membros e uma lacuna muito difícil de recuperar em alguns locais.

Vale destacar que o Plaza Premium Lounge ainda faz parte do American Express Global Lounge Collection, portanto, os portadores dos cartões American Express Platinum e Centurion, emitidos diretamente pela American Express em outros países, como é o caso dos Estados Unidos, manterão o acesso aos seus associados, apenas apresentando o cartão de crédito na recepção do lounge.

Tome Nota

Como nós sabemos, os melhores cartões de crédito do mercado são aqueles que oferecem acessos ilimitados aos lounges, mas os que oferecem alguns acessos gratuitos também merecem destaque, já que um acesso a um lounge pode fazer toda a diferença em uma conexão longa ou mesmo em uma conexão curta após um voo longo.

Poder tomar um banho nesses casos, se alimentar, descansar, usar internet de boa qualidade, trabalhar nos espaços dedicados a esse fim, deixar os filhos pequenos em um espaço kids, são benefícios fantásticos, principalmente em meio a uma viagem mais cansativa.

Porém, não custa lembrar que os cartões Elo de um modo geral têm problemas de aceitação no exterior, que não podem ser desconsiderados. A sua aceitação internacional é bem limitada e são comuns relatos de clientes que não conseguem pagar suas compras com eles.

Isso é especialmente relevante para os acessos aos lounges ao utilizar o próprio cartão, pois a máquina da sala vip pode não reconhecê-lo. Por isso é tão importante cadastrá-lo no aplicativo do LoungeKey, o que lhe permitirá acessar as salas por meio do QR Code gerado diretamente pelo app.

O que vocês acharam desse post sobre os principais programas independentes de Salas Vip do mundo?

Para Saber Mais

Clicando neste link você encontra mais informações sobre cartões de crédito em nosso site.


Que tal nos acompanhar no Instagram para não perder nossas lives e também nos seguir em nosso canal no Telegram?

O Pontos pra Voar pode eventualmente receber comissões em compras realizadas através de alguns dos links e banners dispostos em nosso site, sem que isso tenha qualquer impacto no preço final do produto ou serviço por você adquirido.

Quando publicamos artigos patrocinados, esses são claramente identificados ao longo do texto. Para maiores informações, consulte nossa Política de Privacidade.