LATAM passa a cobrar apenas 10% do valor da passagem para bebês em classe executiva

0
LATAM remove benefícios dos clientes Elite em passagens compradas na tarifa Basic - Que a princípio não afeta o Brasil

Até recentemente, famílias com bebês de colo que quisessem viajar em classe executiva  com os pequenos em voos da LATAM teriam que desembolsar o valor integral da passagem para eles, fossem os bilhetes pagos ou emitidos com milhas.

No entanto, um comunicado está sendo distribuído às agências de viagens informando que a regra foi alterada e, a partir do dia 08 de julho, os bebês passaram a pagar apenas 10% do valor do bilhete. O que, aliás, é a regra na maior parte das empresas.

O comunicado diz o seguinte:

A LATAM implementou no dia 08 de julho as seguintes alterações para passageiros menores de idade:

 

Passageiros bebês (INF) são permitidos no colo nas cabines Premium Economy / Business pagando apenas 10% da tarifa em rotas internacionais e 0% em rotas domésticas.

 

Todas as tarifas para bebês em rotas domésticas não terão custo.

 

Passageiros menores (CHD e INF) com assento em todas as cabines terão a mesma tarifa do passageiro adulto (ADT), ou seja, 100% da tarifa.

Nosso leitor Rafael, da agência Wanderlust, simulou algumas emissões e constatou que a mudança já está refletida no sistema de reservas da LATAM para bilhetes pagos. No entanto, nas passagens emitidas com pontos LATAM Pass, o sistema ainda continua cobrando 100% do valor para bebês – o que deve ser corrigido em breve.

Ao permitir que bebês paguem apenas 10% do valor da passagem, a LATAM está apenas se alinhando ao que é feito por todas as grandes empresas aéreas ao redor do mundo. Mas sem, dúvida, uma boa notícia para as famílias que viajam regularmente com a empresa.

O que acharam da mudança?

Para Saber Mais

Neste link você encontra outros artigos sobre o LATAM Pass que publicamos recentemente.


Que tal nos acompanhar no Instagram para não perder nossas lives e também nos seguir em nosso canal no Telegram?

O Pontos pra Voar pode eventualmente receber comissões em compras realizadas através de alguns dos links e banners dispostos em nosso site, sem que isso tenha qualquer impacto no preço final do produto ou serviço por você adquirido.

Quando publicamos artigos patrocinados, esses são claramente identificados ao longo do texto. Para maiores informações, consulte nossa Política de Privacidade.

TopMilhas