Compartilhando Emissões: Viagem no Brasil com a Azul usando a tabela fixa do MileagePlus

8
Cidade de São Paulo. Fonte: Pixabay.

Dando sequência à série Compartilhando Emissões, iremos, no post de hoje, falar sobre uma emissão realizada pelo leitor Davi em classe econômica para uma viagem dentro do Brasil, voando com a parceira Azul, utilizando milhas do programa MileagePlus da United com a tabela fixa.

Aqui você encontra:

Introdução

Inicialmente, recordo que nessa série eu e os demais editores do Pontos pra Voar, além dos leitores (como no presente caso), iremos compartilhar emissões (tanto para voos já realizados, como voos futuros, ainda não realizados) que, nas condições atuais dos programas, são vantajosas.

No post de hoje, falaremos sobre a emissão feita pelo nosso leitor para uma viagem em  classe econômica dentro do Brasil, utilizando milhas e a tabela fixa do programa MileagePlus da United para voar com a Azul, viagem essa que ocorreu no mês de maio.

Relembro que a ideia central desta série de posts é mostrar para você leitor que é possível voar para diversos lugares do mundo (inclusive aqui dentro do nosso país), com as milhas acumuladas nos programas nacionais e internacionais, que nós, brasileiros, temos acesso morando aqui no Brasil.

Inclusive, a partir da emissão do leitor, iremos, ao final, tecer alguns comentários acerca dos destinos, opções de emissões, tarifações e cabines.

Passamos, então, a falar sobre a emissão para uma viagem dentro do Brasil em classe econômica, voando com a Azul de Belo Horizonte para São Paulo (CNF-CGH), como mostrado no mapa a seguir:

Compartilhando emissões: Viagem no Brasil com a Azul com a tabela fixa do MileagePlus
Rota traçada no GCMAP.

Comprovante da Emissão e Relator do leitor

Compartilhando emissões: Viagem no Brasil com a Azul com a tabela fixa do MileagePlus
Comprovante de emissão.

Recentemente emiti uma passagem CNF – CGH (RT) pela United. Custou cerca de 17,6K.

 

No TudoAzul a mesma passagem estava uns 100k, e pagante (em reais) estava mais de R$ 1.500 reais. Era uma passagem com um prazo curto para emissão, e por isso a United foi o melhor caminho.

Comentários do Editor

A emissão do leitor foi muito boa, pois aproveitou a tarifação da tabela fixa do programa MileagePlus da United, e demonstrou que é possível, dependendo de quanto os programas nacionais estão cobrando, utilizar os programas estrangeiros que mantém parceria com as cias nacionais.

No caso, a United, através do seu programa de fidelidade MileagePlus, mantém parceria com a Azul, inclusive com o reconhecimento de alguns benefícios para os detentores de status nestes programas.

Para saber mais sobre os benefícios dos status do programa TudoAzul, recomendo a leitura deste post.

Na sequência, iremos lançar algumas informações das opções de emissões.

Opções de Emissões e as Tarifações Cobradas

Considerando excelente tarifação ofertada pelo programa da United, não restam dúvidas de que todas as demais opções seriam menos favoráveis.

Vejam que o leitor pesquisou os trechos emitidos e tinha ciência de que o custo, tanto da passagem pagante, quanto da emissão com milhas pelo programa TudoAzul, estavam bem maior.

Assim, a utilização do programa MileagePlus da United, ainda que com o deságio na transferência da Livelo (2×1), foi, de longe, a melhor alternativa.

Note que o leitor, diante do preço pagante do bilhete (mais do que R$ 1.500,00), conseguiu extrair um valor de cerca de R$ 85 para cada mil milhas do programa MileagePlus, o que é muito bom, mesmo com o deságio 2×1 da Livelo, considerando o uso de 17,6K milhas do programa da United e mais 14,60 dólares de taxas no total para uma ida e volta.

Como visto, a economia foi substancial, dando um retorno excelente ao leitor por conhecer a tabela fixa existente entre o programa da United e a Azul.

Ademais, não podemos esquecer da facilidade que temos para gerar pontos no programa da Livelo que podem ser transferidos para o programa MileagePlus da United, através da assinatura de clubes, compras bonificadas e uso do cartão de crédito.

Emissões de Passagens com Milhas

Caso você esteja planejando fazer emissões de passagens para voar com pontos de qualquer programa de fidelidade e não quer perder tempo no telefone com a central de atendimento, nossa parceira Wanderlust pode fazer esse trabalho para você.

Para tanto, você precisa apenas enviar um email para viagens@wanderlustconcierge.com.br com as datas que você pretende viajar, o número de passageiros e um telefone para contato, que na sequência o time entrará em contato.

As emissões custam a partir de R$ 300 para o primeiro passageiro por trecho (independente de ser uma viagem de ida ou ida e volta). Demais passageiros no mesmo localizador têm o custo de R$ 200 por pessoa.

Tome Nota

Como foi mencionado ao longo deste post, estamos dando continuidade a uma série em que nós, editores do site, buscaremos compartilhar emissões (tanto para voos já realizados, como voos futuros, ainda não realizados, mas que estão na nossa lista) que, mantidas as condições atuais, são vantajosas.

Inclusive, desde o início da série, sempre frisamos que o site está aberto para receber as contribuições dos leitores.

Assim o fazemos com o intuito de mostrar para os demais leitores, sobretudo os iniciantes, que é sim possível voar em classe econômica e executiva utilizando as opções que os programas de milhas nacionais e internacionais nos oferecem, com uma expressiva economia em comparação aos valores cobrados em passagens pagantes.

Desta forma, neste post, compartilhamos a emissão realizada pelo nosso leitor em classe econômica para voar dentro do Brasil utilizando milhas e a tabela fixa do programa MileagePlus da United, voando Azul.

A emissão deste post se destaca pela economia, para um destino com alta procura para o período da viagem, sendo importante enfatizar que o conhecimento das tabelas fixas mantidas entre os programas parceiros com as cias nacionais fez toda a diferença.

Como visto, a estratégia de utilização das milhas do programa MileagePlus da United para uma viagem no Brasil com a Azul foi excelente.

Agradecemos novamente ao leitor pelo envio do relato e pela excelente emissão, e reitero o convite aos demais leitores deste site a compartilhar suas emissões conosco. Para tanto, peço que envie um email descrevendo, resumidamente, a sua experiência e os detalhes da sua emissão para o seguinte endereço: info@pontospravoar.com.

E você, leitor, já conseguiu realizar uma emissão para voar com tabela fixa dentro do Brasil?

Em caso positivo, conseguiu fazer a sua emissão através de qual programa, e utilizando qual estratégia? Compartilhe abaixo, nos comentários, a sua opinião.

Para Saber Mais

Veja mais sobre a série Compartilhando Emissões aqui.


Que tal nos acompanhar no Instagram para não perder nossas lives e também nos seguir em nosso canal no Telegram?

O Pontos pra Voar pode eventualmente receber comissões em compras realizadas através de alguns dos links e banners dispostos em nosso site, sem que isso tenha qualquer impacto no preço final do produto ou serviço por você adquirido.

Quando publicamos artigos patrocinados, estes são claramente identificados ao longo do texto. Para maiores informações, consulte nossa Política de Privacidade.