Compartilhando Emissões: Maldivas na primeira classe da Emirates e na Qsuites da Qatar Airways

25
Maldivas

Dando sequência à série Compartilhando Emissões, iremos, no post de hoje, falar sobre uma emissão realizada com milhas por um leitor deste site (que preferiu não se identificar) para uma viagem para as Maldivas na primeira classe da Emirates.

Para realizar essa viagem nosso leitor utilizou milhas dos programas Qantas Frequent Flyer (da Qantas) e Smiles, para dois passageiros.

Introdução

Inicialmente, recordo que nessa série eu e os demais editores do Pontos pra Voar, além dos leitores (como no presente caso) iremos compartilhar emissões (tanto para voos já realizados, como voos futuros, ainda não realizados) que, nas condições atuais dos programas, são vantajosas.

No post de hoje, falaremos sobre as emissões feitas pelo leitor para uma viagem para as Maldivas na primeira classe da Emirates (ida, sendo que no segundo trecho DXB-MLE em econômica) e na classe executiva (incluindo Qsuites) com a Qatar (volta), utilizando milhas dos programas Qantas Frequent Flyer (da Qantas) e Smiles, para dois passageiros.

Relembro que a ideia central desta série de posts é mostrar para você leitor que é possível voar para diversos lugares do mundo, com as milhas acumuladas nos programas nacionais e internacionais, que nós, brasileiros, temos acesso morando aqui no Brasil.

Inclusive, a partir dos relatos dos leitores, iremos, ao final, tecer alguns comentários acerca dos destinos, opções de emissões, tarifações e cabines.

Passamos, então, ao relato do leitor que, gentilmente, compartilhando as suas emissões, descreveu sobre a sua emissão para uma viagem para as Maldivas, para duas pessoas, voando na primeira classe com a excelente Emirates (conhecendo a cabine do A380, com direito a tomar um banho a bordo), além de, na volta, poder usufruir de uma das melhores cabines de classe executiva do mundo (as Qsuites da Qatar).

Relato do Leitor Sobre a Emissão

Em Maio/2019 descobri a possibilidade de usar pontos Tudo Azul para voar na Primeira Classe da Emirates. O método era enviar pontos do Tudo Azul para o Le Club da Accor Hotels (Hoje All Accor) na proporção 2,25 x 1 e depois para a Qantas na proporção 1.1. Após o acúmulo a ideia era fazer a viagem em Junho de 2020 e a emissão no primeiro trecho (GRU x DXB) seria no A380 e o segundo trecho no 777 na nova Primeira Classe chamada de “Game Changer” e o retorno seria nas Qsuites com a Qatar com pontos Smiles.

 

Mas com a pandemia o projeto foi adiado.Aí começaram as notícias ruins, aumento de 5% no resgate Frequent Flyer em Setembro de 2020 (agora seria necessário ter 398.600 pontos para emitir GRU X MLE – Firts Class para 2 pessoas), também houve uma atualização no site da Qantas no início de 2021, onde não era mais possível fazer o resgate on-line a partir do aeroporto de GRU (São Paulo) e ainda o fim da parceria Smiles e Qatar.

 

Mas como já tinha reservado pelo Viagem Fácil da Smiles o trecho de retorno (MLE X GRU) para Novembro/2021, decidi fazer a emissão do trecho de ida da maneira que fosse possível para não perder essa última oportunidade da parceria Smiles/Qatar.

 

Como meu Inglês é apenas razoável, acredito que não seria possível fazer a emissão pelo call center da Qantas. Lendo o relato do Henrique (Pontos pra voar) entrei em contato com a Wanderlust que tem parceria com o Pontos pra Voar, o qual possibilitou o resgate que estava disponível (trecho GRU X DXB – First Class no A380 e trecho DXB X MLE na Econômica).

 

Segue abaixo o histórico dos pontos enviados para o All Accor e posteriormente para a Qantas para a emissão GRU X DXB – First Class Emirates (pontuação necessária para 2 pessoas foi de  341.600 pontos Qantas).

Tudo Azul (Somente era possível enviar 5 vouchers de 4.000 pontos All Accor a cada 15 dias):

 

20/05/2019-  45.000 = 20.000  – (2,25   x 1)
28/05/2019-  48.000 = 20.000  – (2,40   x 1)
16/06/2019-  57.500 = 20.000  – (2,875 x 1)
01/07/2019-  57.500 = 20.000  – (2,875 x 1)
02/08/2019-  57.500 = 20.000  – (2,875 x 1)
16/05/2019-  60.000 = 20.000  – (3×1)
01/09/2019-  60.000 = 20.000  – (3×1)
20/09/2019-  60.000 = 20.000  – (3×1)
08/10/2019-  60.000 = 20.000  – (3×1)
23/10/2019-  60.000 = 20.000  – (3×1)
06/11/2019-  60.000 = 20.000  – (3×1)
15/12/2019-  60.000 = 20.000  – (3×1)
18/12/2019-  16.000 =   4.000  – (4×1)

 

Resumo Tudo Azul –  701.500 pontos Tudo Azul =  244.000 Qantas (proporção 2,85 x 1)

 

Smiles

12/10/2019- 304.000  = 80.000  –  (3,8 x 1)

 

Latam

10/03/2020-   50.548  =  17.600  –  (2,872 x 1)

 

Resumo

 

Para o resgate em Firts Class Emirates (trecho GRU X DXB – 02 pessoas) foram necessários 701.500 pontos Tudo Azul + 304.000 pontos Smiles + 50.548 pontos Latam.

 

No segundo trecho DXB X MLE – Econômica foram necessários 40.000 pontos Qantas (Mesma conversão do dia 10/03/2020 – (2,872 Latam X 1 Qantas).

Comprovantes das Emissões

Compartilhando emissões: Maldivas na primeira classe da Emirates e nas Qsuites com a Qatar
Comprovante emissão primeira classe Emirates para as Maldivas via programa da Qantas
Compartilhando emissões: Maldivas na primeira classe da Emirates e nas Qsuites com a Qatar
Comprovante emissão classe executiva da Qatar via programa da Smiles
Taxas cobradas para emissão pela Smiles

Comentários do Editor

O relato do leitor foi bem completo, e, inclusive, demonstrou o controle na transferência de sucessivos envios de pontos dos programas nacionais (Tudo Azul, Smiles e Latam Pass) para o programa ALL, da Accor, indicando a taxa de conversão à época de cada envio.

Considerando as sucessivas modificações nessa taxa, fruto, em grande parte, da variação cambial, mostra-se necessário um controle nesse fluxo, a fim de que se possa ter uma ideia do efetivo custo da sua emissão.

E, nesse ponto, considerando que grande parte dos pontos enviados foram feitos em uma excelente taxa de conversão (2,85, em média, pelo programa Tudo Azul, além de uma taxa inferior à atual no programa da Smiles e da Latam Pass, como indicado pelo autor), destaco a maximização no uso dos pontos, sobretudo por se tratar de um resgate em uma excelente primeira classe.

Apenas a título de comparação, à época de elaboração deste post, uma emissão de ida em primeira classe com a Emirates no trecho Guarulhos- Doha (GRU-DXB), para dois passageiros, está custando a fortuna de cerca de R$ 114.912,00, conforme pesquisa no google flights, o que demonstra que todo o “malabarismo” do leitor ao enviar dos programas de fidelidade para o programa ALL, e de lá para o programa da Qantas, maximizou e potencializou o valor dos seus pontos.

Além disso, foram utilizadas 457.400 milhas Smiles para os dois trechos com dois passageiros para a volta, sendo todos os trechos em classe executiva, com um total de R$ 780,76 de taxas (já incluso o valor da taxa do viaje fácil).

Na sequência, iremos lançar algumas informações, fotos e vídeos das cabines em primeira classe e executiva que serão utilizadas nos voos, além dos lounges que o leitor poderá acessar, considerando a sua emissão em primeira classe para as Maldivas (segundo trecho mais curto em econômica), com retorno com a Qatar nas Qsuites.

Antes, contudo, convém mostrar, no mapa disponibilizado pelo site do GCMAP, as rotas acima citadas, para melhor visualização:

Compartilhando emissões: Maldivas na primeira classe da Emirates e nas Qsuites com a Qatar
Roteiro do Leitor projetado no GCMAP

O Destino e as Opções de Emissões

Considerando o destino (Maldivas) que o leitor irá visitar, não restam dúvidas de que será uma excelente viagem (ainda mais que, para chegar até lá, poderá desfrutar da excepcional cabine de primeira classe da Emirates).

Afinal, como sabemos, se trata de um local paradisíaco e muito propício para o descanso e contato com a natureza, tratando-se de um destino dos sonhos da imensa maioria dos viajantes.

Diante das opções de emissões, não se tem dúvidas de que se mostrou por demais acertada a opção do leitor.

Afinal, é importante relembrar que pontuar diretamente no programa da Emirates (Skywards) somente é possível, atualmente, através dos cartões de crédito americanos (como, por exemplo, pelo programa Membership Rewards, dos cartões AMEX).

Outra opção, é justamente a utilizada pelo leitor, isto é, enviar pontos para os programas parceiros da Emirates.

No mais, trata-se de um desejo de todos os milheiros conseguir voar em uma excelente cabine de primeira classe, sobretudo enquanto vigente a atual política da Emirates de não cobrança da pesada taxa de combustível anteriormente cobrada.

Inclusive, sempre é importante lembrar que deve ser uma experiência única poder tomar um banho a bordo do gigante A380. Não bastasse esta experiência, há a oportunidade de desfrutar de um bar a bordo.

Quanto ao retorno, trata-se de uma das melhores cabines em classe executiva do mundo, dispensando maiores comentários. Ademais, a emissão via Smiles era, enquanto vigente, uma das opções mais acessíveis para os brasileiros.

As Tarifações e as Cabines

Em termos de tarifações, como explicado acima, são escassas as alternativas de emissão com milhas na primeira classe da Emirates (sobretudo se compararmos com a executiva da Qatar, acessível através do programa Latam Pass e dos programas das companhias que integram a aliança Oneworld, como o AAdvantage, Iberia Plus e Executive Club).

A saída, então, para quem não dispõe de um cartão americano, ou não quer utilizar os pontos com ele obtidos com a Emirates, é enviar de algum dos programas nacionais para o programa de hotéis da Accor (ALL), e de lá, aproveitando a parceria e paridade 1×1 com o programa da Qantas, fazer a emissão.

Ainda que os pontos do programa ALL possam ser utilizados em hospedagens, a utilização, sobretudo com a estratégia adotada pelo leitor, representa uma expressiva economia, considerando, inclusive, a excelente taxa de conversão vigente à época dos envios.

Como visto, o custo do bilhete pagante é muito expressivo, de modo que a possibilidade de ter a experiência de uma primeira classe na Emirates através da estratégia adotada é muito válida.

Além disso, para os voos de volta ao Brasil, a possibilidade de viajar em uma das melhores cabines de classe executiva do mundo, utilizando os pontos da Smiles, é, igualmente, muito boa.

Acertadamente, o leitor utilizou a excelente ferramenta do viaje fácil, possibilitando, a baixo custo, reservar os assentos no voo com a Qatar Airways até obter as milhas necessárias para a viagem.

Considerando o custo das passagens caso pagas em dinheiro para o retorno ao Brasil nas Qsuites para duas pessoas, teríamos o expressivo custo de R$ 44.186,00, em pesquisa feita por este editor no site google flights à época de elaboração deste post.

Inclusive, não podemos esquecer da facilidade que temos para gerar pontos no programa da Smiles, através do envio dos programas de banco em promoções bonificadas, assinaturas promocionais do clube Smiles, entre outras.

Quanto às cabines disponíveis nas aeronaves que farão a rota, temos o superjumbo A380 na rota Guarulhos (GRU) – Dubai (DXB), que, na sua primeira classe, como já dissemos no post anterior, é distribuída em 14 suítes privativas, com chuveiro a bordo, como podemos visualizar abaixo:

Compartilhando emissões: Maldivas na primeira classe da Emirates e nas Qsuites com a Qatar
Foto da cabine de primeira classe da Emirates

No retorno, nosso leitor irá aproveitar as famosas Qsuites, que introduziu no mercado uma cabine que oferece assentos virados para a frente e para trás, graças à sua configuração de forma quadrangular. O vídeo abaixo bem demonstra as qualidades dessa excelente cabine:

Lounges

Já falamos do lounge da Emirates no post da semana passada. No presente post, gostaríamos de destacar o lounge Al Mourjan que a Qatar oferece aos seus passageiros voando em classe executiva.

Este lounge, como informa a empresa, foi projetado para reproduzir a experiência de um resort, tendo buscado inspiração no sol, na água e na natureza, a fim de proporcionar um ambiente de tranquilidade e revigoramento. Trata-se de uma excelente opção depois de uma viagem de ida na excepcional primeira classe da Emirates para as Maldivas:

Foto lounge Al Mourjan da Qatar em Doha
Foto lounge Al Mourjan

Emissões de Passagens com Milhas

Caso você esteja planejando fazer emissões de passagens e não quer perder tempo no telefone com a central de atendimento, nossa parceira Wanderlust pode fazer esse trabalho para você.

Do mesmo modo, caso você necessite de um apoio especializado para realizar e emissão com milhas de voos na Emirates usando pontos do programa da Qantas, a parceira também poderá ajudá-lo.

Para tanto, você precisa apenas enviar um email para  viagens@wanderlustconcierge.com.br com as datas que você pretende viajar, o número de passageiros e um telefone para contato, que na sequência o time entrará em contato.

A Wanderlust pode te auxiliar com os seguintes programas:

  • LATAM Pass – LATAM (e empresas parceiras)
  • Smiles – GOL (e empresas parceiras)
  • TudoAzul – Azul (e empresas parceiras)
  • TAP Miles&Go – TAP (e empresas parceiras)
  • AAdvantage – American Airlines
  • Executive Club – British Airways
  • Iberia Plus – Iberia
  • Qantas Frequent Flyer – Qantas (emissões de primeira classe na Emirates)

As emissões são feitas ao custo de R$ 200 por pessoa (independente se for somente ida ou ida e volta).

Tome Nota

Como foi mencionado ao longo deste post, estamos dando continuidade a uma série em que nós, editores do site, buscaremos compartilhar emissões (tanto para voos já realizados, como voos futuros, ainda não realizados, mas que estão na nossa lista) que, mantidas as condições atuais, são vantajosas.

Inclusive, desde o início da série, sempre frisamos que o site está aberto para receber as contribuições dos leitores.

Assim o fazemos com o intuito de mostrar para os demais leitores, sobretudo os iniciantes, que é sim possível voar em classe executiva utilizando as opções que os programas de milhas nacionais e internacionais nos oferecem, com uma expressiva economia em comparação aos valores cobrados em passagens pagantes.

Desta forma, neste post, compartilhamos as emissões que o nosso leitor fez para uma viagem para as Maldivas na primeira classe da Emirates (ida, sendo que no segundo trecho DXB-MLE em econômica) e nas Qsuites (classe executiva) com a Qatar (volta), utilizando milhas dos programas Qantas Frequent Flyer (da Qantas) e Smiles.

A emissão deste post se destaca por ser para duas pessoas em primeira classe com a Emirates no superjumbo A380, bem como, no retorno, com todo o conforto de uma das melhores classes executivas do mundo (as Qsuites).

Inclusive, como vimos acima, a emissão na primeira classe da Emirates, ainda mais rumo às Maldivas, demanda a utilização de uma combinação de estratégias mais avançadas.

Agradecemos ao leitor pelo envio do relato e pela excelente emissão, e, desejando-lhe uma excelente viagem, reitero o convite aos demais leitores deste site a compartilhar suas emissões conosco. Para tanto, peço que envie um email descrevendo, resumidamente, a sua experiência e os detalhes da sua emissão para o seguinte endereço: info@pontospravoar.com.

E você, leitor, já visitou as Maldivas e na primeira classe da Emirates? Em caso positivo, conseguiu fazer a sua emissão através de qual programa, e utilizado qual estratégia? Compartilhe abaixo, nos comentários, a sua opinião.

Para Saber Mais

Veja mais sobre a série Compartilhando Emissões aqui.

Grupos de WhatsApp

Além de todo o conteúdo gratuito que oferecemos em nosso site e no Instagram, também temos grupos de WhatsApp pagos onde você tem espaço para esclarecer dúvidas e aprender com nossos editores, que são especializados no assunto.

Promoções e Cashback – Como não publicamos todas as promoções e cashback em nosso site, temos um grupo dedicado totalmente ao assunto onde compartilhamos e discutimos todas as campanhas que aparecem.

Cartões Nacionais – Neste grupo abordamos tópicos como: por onde começar (meu primeiro cartão), como passar para o próximo cartão, como conseguir um cartão premium (Visa Infinite, Mastercard Black, Elo Diners Club e American Express The Platinum Card) e como isentar anuidade. Além disso, damos dicas de quais os melhores cartões para pontuação e acesso gratuito às salas VIPs no Brasil e no mundo.

Cartões Internacionais – Este grupo é focado exclusivamente em cartões de crédito internacionais. Lá tiramos dúvidas que vão do passo a passo de como abrir uma conta corrente internacional, construir o histórico de crédito até a solicitação do cartão em si. Falamos ainda das promoções de aquisição de cartões, isto é, quais cartões oferecem os maiores bônus e também os benefícios associados a eles.

Emissões com Milhas – Aqui cobrimos as emissões de passagens com milhas focados nos programas Smiles (GOL), LATAM Pass (LATAM), TudoAzul (Azul), Iberia Plus (Iberia), AAdvantage (American Airlines), Miles&Go (TAP), Executive Clube (British Airways), Life Miles (Avianca) e Miles&More (Grupo Lufthansa). Falamos também de como planejar e fazer emissões de passagens de volta ao mundo.

Programas de Fidelização – Este grupo aborda os programas de fidelidade brasileiros e incluem Smiles (GOL), LATAM Pass (LATAM), TudoAzul (Azul), Accor ALL, Livelo, iupp, Esfera e Stix. Aqui você tira dúvidas e aprende como maximizar o acúmulo de pontos e uso dos benefícios destes programas. Note que este grupo não fala sobre emissões de passagens.


Que tal nos acompanhar no Instagram para não perder nossas lives e também nos seguir em nosso canal no Telegram?

O Pontos pra Voar pode eventualmente receber comissões em compras realizadas através de alguns dos links e banners dispostos em nosso site, sem que isso tenha qualquer impacto no preço final do produto ou serviço por você adquirido.

Quando publicamos artigos patrocinados, estes são claramente identificados ao longo do texto. Para maiores informações, consulte nossa Política de Privacidade.