Estaria a Emirates negando acesso à sua sala VIP em passagens emitidas pelo TAP Miles&Go?

28
Estaria a Emirates negando acesso às suas salas VIP em passagens emitidas pelo Miles & Go?
Sala VIP Emirates - Dubai

Ontem recebemos um alerta do nosso leitor Heron de que não conseguiu acessar a sala VIP da Emirates em Dubai portando um bilhete em classe executiva emitido pelo programa TAP Miles&Go.

Então, surge o questionamento: Estaria a Emirates negando acesso às suas salas VIP em passagens emitidas pelo TAP Miles&Go?

Não é novidade que, em alguns casos específicos, há uma falta de informação dos atendentes no que se refere às emissões com companhias parceiras, em especial quando a parceria é estabelecida diretamente com outra cia, e não através de uma aliança mundial, como é o caso da estabelecida entre a TAP e a Emirates.

Esta desinformação, não raro, pode levar a atitudes desencontradas e equivocadas, sobretudo em questões relacionadas ao que é permitido ao portador de um bilhete emitido por terceiros.

Apesar de há pouco tempo, como pode ser lido aqui, ter havido uma manifestação oficial das empresas no sentido de que a parceria (code share) entre elas seria ampliada, e nada obstante o leitor, no início do ano, ter conseguido acessar a sala VIP da empresa, o relato que nos foi passado é preocupante.

Relato do Leitor

Segue o relato do leitor Heron, a quem, desde já, agradecemos:

Emirates Business – Sala VIP DUBAI – Importante

 

Pessoal, compartilhando. Estou indo de Dubai a NYC na business da Emirates hoje. Emiti a passagem com milhas Tap e ao tentar entrar na sala VIP Business da Emirates, o cartão não passou nas maquininhas.

 

Fui direcionado para o desk, e a atendente disse que meu bilhete não tem acesso incluído. Educadamente insisti, ela foi conversar com alguém…

 

Voltou e disse que realmente não tem, porém iria liberar minha entrada excepcionalmente. Mas que na próxima eu deveria checar isso antes com a Tap.

 

Bom, pude usar a sala normalmente, mas parece que temos uma nova realidade. Em fevereiro fiz um voo semelhante, mas para Guarulhos, e o aceso foi normal.

 

Pelo visto, existem classes tarifárias diferentes em bilhete biz emitidos pela Tap.

 

[…]

 

Você comentou e lembrei de mais uma coisa: não consegui marcar assentos nesse voo. Primeiro não abria, depois dava erro. E assim foi por vários dias.

 

Por fim, mandei um email pra Emirates solicitando a marcação e em 24h responderam com a reserva do meu assento. Somente no check in que consegui mexer e alterar no sistema direto

Análise do ocorrido

Como vimos acima, não se tratou, apenas, de um equívoco ou falta de informação de um atendente da Emirates, pelo contrário. O sistema da Emirates negou o acesso do leitor à sala VIP, mesmo ele portando o bilhete emitido pelo TAP Miles&Go, e a atendente, após buscar maiores informações, confirmou que o bilhete não concedia o acesso.

Em razão disso, em princípio, ficaria descartada a hipótese de mero engano, ou equívoco.

A bem dizer, ao que parece, o sistema da Emirates está programado para não aceitar o acesso dos passageiros com bilhetes emitidos pela parceira TAP em suas salas VIP.

Para buscar entender o porquê disso, solicitei que o leitor consultasse o e-mail enviando pelo programa Miles&Go quando da emissão do bilhete, documento este onde não só consta o número do e-ticket, que demonstra a efetiva emissão do bilhete, mas também a classe tarifária utilizada para a emissão. E o leitor nos confirmou que a emissão foi feita na classe “D”.

Pois bem, pesquisando sobre esta classe, é possível verificar que ela é utilizada para emissões award, isto é, resgate de passagens prêmio, como a emitida pelo leitor e por outros clientes dos demais programas parceiros, além do próprio programa da Emirates (Skywards).

Em verdade, como você pode ver aqui, assim podemos descrever a classe “D”: “business award (ticket purchased using miles or upgrade using miles)”.

Considerando que até mesmo um cliente do programa da própria Emirates (EK) pode voar tendo emitido o seu bilhete na referida classe tarifária, estranha-se a conduta da empresa ao negar o acesso à sua sala VIP, ainda que para um portador de um bilhete emitido pelo Miles&Go.

A rigor, chama a atenção na fala da atendente a ênfase dada no sentido de que o leitor deveria antes checar isso com a TAP. Depreendo, dessa frase, que, ao que parece, há uma restrição específica e direcionada aos bilhetes emitidos pelo programa Miles&Go.

Como se sabe, o cliente do programa da cia portuguesa, assim como de qualquer outro utilizado para a emissão com uma empresa parceira, ao acessar uma sala VIP, fará com que a empresa parceira repasse, para cobrir este custo, a quantia cobrada pelo acesso.

Ou seja, trata-se de um benefício que demanda uma posterior compensação financeira pela cia emissora do bilhete à companhia proprietária da sala VIP utilizada pelo viajante, e, talvez, isso explique esse bloqueio prévio de acesso.

Menos mal que, pelo menos desta vez, a Emirates reconsiderou e permitiu o acesso do nosso leitor Heron.

Todavia, sabemos que há inúmeros clientes do programa Miles&Go que realizaram emissões com a Emirates, e que, futuramente, irão viajar com a cia árabe, e, em sua imensa maioria, por certo, pretendem utilizar as suas luxuosas salas VIPs, próprias ou conveniadas, nos aeroportos ao redor do mundo.

Então, em que pese não sabermos, ao certo, o motivo deste aparente “bloqueio”, fica o alerta para todos que, futuramente, pretendem viajar com a Emirates a partir de bilhetes emitidos pelo Miles&Go e que pretendem utilizar as suas salas VIP.

Tome Nota

Como visto, a partir do relato do leitor Heron, a quem agradecemos e desejamos uma boa viagem, vimos que, aparentemente, há um “bloqueio” de acesso às salas VIP aos clientes portadores de bilhetes emitidos pelo programa TAP Miles&Go.

A partir daí, surge a seguinte indagação: Estaria a Emirates negando acesso às suas salas VIP em passagens emitidas pelo Miles&Go?

No presente post, buscamos analisar e entender os motivos disso, buscando respostas para este questionamento, e, sobretudo, alertar para a ocorrência deste tipo de incidente nas futuras viagens dos nossos leitores.

Há que se ter presente que a negativa de acesso a uma sala VIP é no mínimo desgastante, e pode impactar nos planos dos passageiros, que, comumente, aguardam seus voos (ou conexões) de várias horas na estrutura disponibilizada por estas salas.

Assim, fica o alerta aos leitores quanto a isso.

E tão logo tenhamos maiores informações, ou assim que as empresas se manifestarem a respeito, iremos atualizar o post.

E vocês, leitores, já tiveram algum acesso às salas VIP da Emirates negado por estar portando um bilhete emitido por outro programa, como, por exemplo, o Miles & Go?

Para Saber Mais

Neste link você pode conferir outras publicações sobre o programa TAP Miles&Go.


Que tal nos acompanhar no Instagram para não perder nossas lives e também nos seguir em nosso canal no Telegram?

O Pontos pra Voar pode eventualmente receber comissões em compras realizadas através de alguns dos links e banners dispostos em nosso site, sem que isso tenha qualquer impacto no preço final do produto ou serviço por você adquirido.

Quando publicamos artigos patrocinados, estes são claramente identificados ao longo do texto. Para maiores informações, consulte nossa Política de Privacidade.